-

Iom Hazicaron leYitzhak Rabin

Iom Hazicaron leYitzhak Rabin
יום הזיכרון ליצחק רבין

1922: Março. Yitzhak Rabin nasceu em Jerusalém. Seu pai, Nechemia,
imigrara dos E.U.A. para Israel, tendo servido como voluntário na Legião
Judaica durante a 1ª Guerra Mundial. Sua mãe, Rosa, uma das primeiras
integrantes da Haganá. Yitzhak Rabin cursou a escola primária em Tel Aviv e foi
aluno do Colégio Agrícola Kaduri, na Baixa Galiléia, tendo-se graduado com
distinção.

1941: Após completar seus estudos, serviu no Palmach e – desde
1948: nas Forças de Defesa de Israel (FDI) durante 27 anos, durante os quais
1964-68: foi Chefe do Estado-Maior -Guerra dos Seis Dias (junho de 1967).
1949: membro da delegação israelense durante as negociações com o Egito.

Encargos Militares:

1941-1947 – Membro do Palmach
1947 – Oficial de Operações do Palmach
1948 – Comandante da Brigada Harel
1953-1956 – Comandante do Centro de Treinamento das Forças de Defesa de
Israel
1956-1959 – Comandante-Chefe da Região Norte
1959-1963 – Vice-Comandante do Estado-Maior
1964-1968 – Comandante-Chefe do Estado-Maior
1968-73: Embaixador de Israel nos EUA.
1973: Retorna a Jerusalém e se torna ativo no Partido Trabalhista.
1974: Chefe do governo, após a queda do governo de Golda Meir.
1975: Como Primeiro-Ministro conduz as negociações que, por intermédio de
mediação americana, resultam no acordo interino entre Israel e o Egito.
1976: Junho: Ordena a execução da Operação Entebe, que liberta na Uganda
os reféns judeus do seqüestro do avião da Air France.
1977-84: Yitzhak Rabin é membro da oposição na Knesset.
1985-90: Rabin torna-se membro do Governo de Unidade Nacional.
1989: Maio: Adota um plano para um acordo com os palestinos, em etapas,
que serve de base aos subseqüentes esforços pela consecução da paz.
1992: Conduz o partido à vitória nas eleições de junho de 1992.
1993: Em seu papel de Primeiro-Ministro, assina a Declaração de Princípios
entre Israel e os palestinos, em 13 de setembro de 1993.
1994: o Acordo do Cairo com os palestinos em maio de 1994, e a declaração
do fim do estado de guerra com a Jordânia em 24 de julho de 1994
1994: Prêmio Nobel da Paz, em 10 de dezembro de 1994.
1995: Acordo Interino com os palestinos em 28 de setembro de 1995
4 de novembro de 1995, 21h 40min: Yitzhak Rabin foi assassinado por um
extremista israelense.