-

Iom Haatzmaut

Iom Haatzmaut – Dia da Independência
יום העצמאות

O Dia da Independência, feriado nacional em Israel, marca a Declaração da
Independência com o fim do Mandato Britânico. É o único feriado no calendário
decretado por lei sem a tradição de centenas ou milhares de anos. O Dia da
Independência é no quinto dia do mês Judaico de Iyar, é o dia em que David
Ben-Gurion, o primeiro Ministro de Estado, declarou a independência do Estado
em 1948. Foi declarado feriado absoluto por lei, aprovado pelo Knesset em
1949. Ao longo dos anos várias tradições desenvolveram-se para celebrar este
dia, que hoje é marcado por piqueniques em família em locais pitorescos ao
redor do país.

As comemorações do Dia da Independência começam na noite do quinto dia
de Iyar com o final do Yom Hazikaron, o dia da Recordação dos Tombados em
Guerras de Israel, com cerimônias especiais marcando a transição do luto para
a celebração. A cerimônia principal é realizada no Monte Herzl em Jerusalém.
Durante o Dia da Independência é realizado, em Jerusalém, um concurso de
conhecimento sobre o Tanach. e os prestigiosos Prêmios de Israel são
distribuídos para os ganhadores do ano em uma cerimônia especial. A maioria
dos estabelecimentos comerciais em Israel fica fechada neste dia, mas os
cafés, restaurantes e outros locais de entretenimento estão abertos por não ser
este um feriado religioso.

Bandeiras – Muitos Israelenses hasteiam bandeiras em suas casas, varandas
ou carros, geralmente com decorações coloridas.

Palcos de Entretenimento – Por ser o Dia da Independência de natureza
profundamente laica, desenvolveu-se uma tradição de apresentações gratuitas
de artistas, dançarinos e cômicos, sobre palcos colocados nos centros das
cidades e outras comunidades na véspera do Dia da Independência.

Churrasco – O Dia da Independência tornou-se um feriado não oficial do
churrasco com famílias fazendo piqueniques com quantidades enormes de
carne em cada área verde que se pode achar no país.

Visita aos Campos de Defesa de Israel – Muitos dos campos militares ficam
abertos no Dia da Independência, oferecendo aos Israelenses a chance de ver
as armas, os navios da marinha, tanques e aeronaves.

Filmes Israelenses – Canais locais dedicam toda a programação ao feriado e
freqüentemente transmitem filmes Israelenses antigos.

Rezas – Embora este seja um feriado nacional e não religioso, os Israelenses
tendem a fazer uma reza especial composta pelo Rabino Chefe. Esta prece às
vezes incluiu o toque do shofar (chifre de carneiro).